O tema inclusão educacional é desafiador e recebe contribuições de diferentes áreas do conhecimento…

A contribuição da neuropsicologia através do desenvolvimento cognitivo e aprendizagem,favorece a ponte entre a teoria e a prática da inclusão e pode ajudar no processo de equidade educacional. Como a neuropsicologia contribui na análise funcional do desenvolvimento cognitivo da criança? Verificar quais são as potencialidades e dificuldades da criança. O resultado permite ao professor escolher quais são as experiências pedagógicas que serão efetivas para a aprendizagem e consequentemente favorecer o desenvolvimento da criança.

A neuropsicologia é uma fonte importante de ferramentas para a promoção da equidade educacional. As demandas associadas à educação inclusiva que muitas vezes lida com a presença de portadores de limitações físicas e funcionais, encontram um campo importante de contribuições nos modelos neuropsicológicos. Através de avaliações que forneçam informações mais precisas sobre o perfil cognitivo, tais como níveis de atenção, memória, velocidade de processamento, dentre outras, será possível a elaboração de programas de educação cognitiva, assim como orientações específicas para o contexto escolar. Esse aparato da neuropsicologia pode ser um facilitador para o processo inclusivo, qualificando profissionais da educação sobre a complexidade do processo de ensino e aprendizagem como um fenômeno interacionista em essência. As transformações provocadas pelas estratégias pedagógicas reorganizam o sistema nervoso em desenvolvimento, resultando em mudanças comportamentais. Essa compreensão da dinâmica interacionista do processo de aprendizagem tem no contexto da formação dos professores apenas uma de suas faces representadas que é a cognitiva e a social, entretanto a face biológica não tem sido explorada como deveria. Apesar do enfoque voltado para a inclusão escolar em condições nas quais exista algum tipo de limitação, as contribuições da neuropsicologia para a educação podem favorecer a aprendizagem em geral, utilizando estratégias pedagógicas fundamentadas no funcionamento neurocognitivo. Essas são as contribuições da neuropsicologia para a educação e a difusão desses recursos é necessária para que o acesso à educação seja efetivo para todas as condições humanas.

 

Viviane Rose de Melo

Psicóloga e Neuropsicóloga – CRP 04/ 24890

11 anos de atuação na Psicologia e Neuropsicologia Clínica.

Neuropsicóloga – Fumec/IPqHC-USP, Filiada a SBNP- Sociedade Brasileira de Neuropsicologia Reabilitação Neuropsicológica; Formação em Terapia Cognitivo Comportamental; Especializando em T.C.C Infantil e Adolescência pelo InTCC. Coach – pelo IBC.

Tutor Cogmed – Treinamento da Memória Operacional; Screener de Irlen